Apologética Católica

As supostas profecias no meio evangélico e as eleições de 2014


               As eleições presidenciais de 2014 fizeram com que alguns pastores em nome de Deus profetizassem que Marina Silva seria eleita presidente do Brasil. E em nome de Cristo declararam que a ex-senadora venceria o pleito, o que efetivamente não aconteceu. Nessa perspectiva alguns cristãos imbuídos por amor a Cristo, acreditando que a profecia vinha da parte de Senhor, lançaram-se com todas as suas forças na campanha de Marina, o que trouxeram inúmeros transtornos na vida daqueles que tardiamente descobriram que as profecias em questão não eram de origem Divina.

            Uma dessas profecias ganhou destaque devido ao fato de quem a "pronunciou" - A apóstola Valnice Milhomens, reconhecida líder evangélica no país. Outra a pronunciar a suposta vitória de Marina Silva foi Ana Paula Valadão da Lagoinha. E agora, Ana? Como você explica essa “derrota espiritual”? Basta ir no youtube e digitar “Ana Paula Valadão profetiza” e você vai perder as contas da quantidade de blefe profético vindo de lá.

               Uma outra suposta profecia veio do Pastor André Salles que disse em uma reportagem à revista época. “Deus me revelou que Marina será a próxima presidente”

                O pastor André Salles diz ter recebido, por mais de uma vez durante suas orações, uma revelação divina contundente. A imagem que lhe vem à mente nessas ocasiões de contato com Deus é da ex-senadora Marina Silva, candidata à Presidência da República pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), seguindo em frente por uma trilha repleta de luz. “Vejo o próprio Deus preparando o caminho para ela passar”, afirma. “O Senhor tem esse propósito para a vida dela, de ser presidente do Brasil”. Recém-chegado à igreja neopentecostal Plenitude do Trono de Deus, em São Paulo, Salles foi o responsável pela conversão de Marina ao protestantismo.

                 Confira parte de uma entrevista feita pelo Pastor André Salles à revista ÉPOCA publicada em 12/09/2014

ÉPOCA – O senhor acha que Deus falou com ela sobre a vocação de ser presidente?

                Salles – Sim, esta é uma promessa antiga. Ela também recebeu. Por isso, ela tem muita certeza de que vai ser presidente do Brasil. É uma ordem de Deus. Uma providência!

ÉPOCA – Qual foi a última revelação que o senhor teve sobre a Marina?

              Salles – As últimas palavras da parte de Deus é que ele está levando ela por este caminho... Para ela se tornar presidente da República, entendeu? Eu lembro que antes de sair candidata em 2010, o governador do Estado do Acre e algumas pessoas ainda me procuraram dizendo: “pastor, eu queria que ela viesse pelo Estado do Acre, como governadora. Ela está indo por outro caminho e eu não tenho ninguém agora”. Mas a gente via que este era o caminho pelo qual Deus estava conduzindo ela.

ÉPOCA – Esta revelação de que o caminho dela é ser presidente chegou ao senhor mais de uma vez?

               Salles – Mais de uma vez. E não só até mim, mas a outros profetas também.
ÉPOCA – O senhor acha que este projeto está perto de se tornar realidade?

               Salles – Sim, está próximo. Porque essa é uma nova direção de Deus para o Brasil. Deus tem esse propósito para a vida dela. A gente sabe que as promessas de Deus são baseadas de acordo com o que a Bíblia diz em Deuteronômio, 28: “se atentamente obedeceres à voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar tudo que está escrito, todas estas bênçãos virão sobre ti”. Mas existe o propósito do tempo. Podia ser quatro anos atrás? Podia. Mas, se Deus está preparando para agora, é bom.

ÉPOCA – O senhor acha que a Marina será a próxima presidente do Brasil?

                Salles – Sim, eu acredito que sim.

ÉPOCA – O senhor teve alguma revelação neste sentido?

              Salles – Vejo Deus abrindo o caminho para ela chegar. É o próprio Deus preparando para ela passar. Deus tem um propósito para o Brasil. Ele entregou esta nação nas mãos do presidente Lula, mas infelizmente o Partido dos Trabalhadores entrou em outro caminho, saiu do propósito. E ninguém é insubstituível. Se você não permanece no propósito, Deus prepara outra pessoa.

ÉPOCA – Como a Marina recebia essas revelações?

              Salles – Isso é uma coisa natural. É uma coisa que quando você começa a frequentar a igreja e Deus começa a confirmar certas coisas na sua vida com sentido. Deus não faz nada sem propósito. Tudo tem propósito estabelecido. Então seria hoje fora do propósito chegar até à irmã Marina e dizer: “olha, Deus não tem nada com você na política”. Isso não tem sentido. O que Deus tem para ela é nesta linha. Ela sempre recebeu isso com o coração muito aberto. Um dia ela chegou para mim e disse: “pastor, será que Deus vai me tirar da política?”. E eu respondi: “não, o caminho não é este. Deus quer que a senhora continue sendo uma voz. Uma voz para o Brasil e para o mundo”.

ÉPOCA – O senhor recebe essas revelações há quanto tempo?

              Salles – Desde a época em que nós orávamos pelo presidente Lula, antes das eleições de 1998, quando o ex-presidente Fernando Henrique ganhou de Lula. Lembro que o senhor Deus havia falado que ia entregar o governo, a chave da nação nas mãos dele. Assim que ele perdeu, ele assumiria na próxima.

ÉPOCA – Se a Marina ganhar a eleição, o senhor acredita que Brasil se tornará um país mais evangélico?

                Salles – Querendo ou não, influencia, né? Mas este não é o propósito dela.

ÉPOCA – Na sua opinião, a Marina é fundamentalista?

             Salles – A pessoa fundamentalista é aquela com visão muito fechada. Não é o caso da irmã Marina. Ela é uma pessoa com domínio próprio, equilíbrio. Não acho que ela fecha e leva um pensamento ao pé da letra.

ÉPOCA – O que o senhor espera de um possível governo da Marina?

              Salles – Tenho orado para que seja um governo de paz. Ela vai enfrentar muitas batalhas, não vai ser fácil. Mas não vai ser impossível. É normal virem as batalhas. Um governo não governa sozinho. Ela precisa de apoio na Câmara e no Senado. Acredito que daqui pra frente vamos ver as alianças acontecerem. O Brasil vai melhorar com Marina. A Bíblia diz que quando o justo governa, o povo se alegra. O justo não significa o religioso, mas o honesto. Essas características de humanidade, de temor e amor a Deus ela tem. Marina é um produto novo. Não basta você cair na graça de Deus, tem de cair na graça do povo. E a Marina está caindo nas graças do povo. Já caiu. É um caminho.

                         

               Além das profecias foi postado um vídeo no youtube comemorando a vitória de Marina Silva e sua subida na rampa do Planalto. E o engraçado é que este vídeo foi feito pela equipe de um pastor bem conhecido no meio evangélico, o Pastor Caio Fábio. Confira vídeo abaixo.


Crie um site gratuito com o Yola.