Apologética Católica

 Nossa Senhora de Guadalupe, uma grande aliada dos exorcistas.


 

              Segundo o Padre Sante Babolin, sacerdote exorcista da Diocese de Pádua (Itália): “Nossa Senhora de Guadalupe causa muito dano ao demônio”. O sacerdote exorcista da Diocese de Pádua (Itália), participou na semana passada de um seminário para sacerdotes exorcistas realizado pela Pontifícia Universidade do México na capital do país latino-americano. O Padre Babolin, que foi entrevistado pelo Semanário Católico ‘Desde la Fé’, contou como Nossa Senhora de Guadalupe “é uma arma contra o demônio”.

              Tal como narra o semanário mexicano, o sacerdote atendia em sua Diocese o caso de um jovem com uma possessão demoníaca. Ao iniciar o ritual do exorcismo o Padre Babolin sentiu a necessidade de invocar Nossa Senhora de Guadalupe, por quem tem grande devoção: “Nossa Senhora de Guadalupe, Rainha de Tepeyac, libertai-o”, disse então o exorcista. Diante disso o demônio lhe respondeu de maneira violenta: “Antes dEla, tudo isto era meu lá”, referindo-se ao México. Nesse momento, pensando em Tonanzin, deusa terra da antiga mitologia mexicana, o exorcista fez outra invocação: “Nossa Senhora de Guadalupe, tu que destruístes o império de Tonanzin (…)”, ao que de imediato respondeu fortemente o demônio: “Coatlicue”, que significa na tal mitologia, serpente.

               Ao terminar o rito, o Padre Babolin lhe perguntou ao jovem se conhecia o México e sua história pedindo-lhe que pronunciasse a palavra ‘Coatlicue’, mas foi evidente que não sabia nada de culturas pré-hispânicas e menos do México.

                O sacerdote exorcista narrou este episódio para deixar em evidência que invocar a Mãe de Deus durante um exorcismo molesta muito ao demônio, em especial algumas invocações marianas, como Nossa Senhora de Guadalupe. De acordo com o Padre Babolin, a Virgem causa grande dano ao maligno porque ela expressa ternura maternal construindo tudo com amor e não com temor; além disso, “sua imagem de Mãe exalta a família, unida pelo espírito maternal, que oferece amor aos pais e aos filhos; e este mesmo espírito maternal -referindo-se especificamente na Guadalupana- trabalha a fim de que todo o povo mexicanos atue em uma fraternidade humana. Tudo isso molesta ao demônio”.

               “Por este motivo -continuou o sacerdote-, desde o princípio de meu ministério do exorcismo, invoquei a Nossa Senhora de Guadalupe, às vezes chamando-a Santa Maria, Mãe de Deus, Nossa Senhora de Guadalupe, Mãe da Misericórdia”.

                O triunfo da Mãe do Filho de Deus sobre satanás

                O Papa João Paulo II, ao referir-se a Imaculada Conceição, faz precisamente referência ao triunfo da Virgem Maria, Mãe do Filho de Deus, sobre satanás: “O Filho de Maria obteve a vitória definitiva sobre Satanás e fez beneficiária antecipadamente a sua Mãe, preservando-a do pecado. Como consequência, o Filho lhe concedeu o poder de resistir ao demônio, realizando assim no mistério da Imaculada Conceição o mais notável efeito de sua obra redentora (…) O apelativo cheia de graça e o Proto-Evangelho, ao atrair nossa atenção até a santidade especial de Maria e até o fato de que foi completamente liberada do influxo de Satanás, nos fazem intuir no privilégio único concedido a Maria pelo Senhor o início de uma nova ordem, que é fruto da amizade com Deus e que implica, em consequência, uma inimizade profunda entre a serpente e os homens”. (GPE/EPC)

 

Fonte:http://www.gaudiumpress.org/content/61246-Nossa-Senhora-de-Guadalupe–uma-grande-aliada-dos-exorcistas

Crie um site gratuito com o Yola.