Apologética Católica

 

Americana mata filho por asfixia durante sessão de exorcismo

 

A Justiça do Estado de Indiana (EUA) condenou Latisha Lawson (foto), 31, à prisão por ter matado o seu filho de dois anos em uma sessão de exorcismo. A pena será anunciada nos próximos dias e poderá ser fixada em até 45 anos.

Latisha tinha cismado que Jezaih (foto), o filho, estava tomado por demônios, principalmente por um tal de “Marzon”.

Durante um ritual, ela obrigou-o a tomar uma poção à base de azeite e vinagre. O menino teve engasgo, e a mãe o impediu de vomitar, tapando a boca e o nariz. Jezaih morreu em consequência de asfixia e de um torção no pescoço, de acordo com a perícia policial.

“Naquele momento [do engasgo] eu estava lutando contra um demônio”, disse ela. Latisha deixou o corpo de Jezaih em um saco por um ano, até que ela fosse denunciada à polícia, em novembro de 2009. Em dezembro desse ano, ela foi presa preventivamente.

Ela disse no tribunal que manteve o corpo do filho na sua casa em Fort Wayne porque acreditava que ele fosse ressuscitar. “Pedi a Deus para trazê-lo de volta”, disse. “Se Deus fez isso com Lazáro, poderia fazer o mesmo com uma criança.”

Os advogados de defesa argumentaram que Latisha não tem discernimento para distinguir o certo e o errado e pediram absolvição.

Allen County, da Promotoria, contestou a argumentação de que Latisha sofra de distúrbios mentais e disse que se trata de um caso de abuso infantil por motivo religioso. “Isso é assustador”.


         Fonte: http://www.paulopes.com.br/2011/05/americana-mata-filho-por-asfixia.html

 

Crie um site gratuito com o Yola.