Apologética Católica

Casamento de Padres?

 Depoimento de uma Freira


1 - se o casamento do padre não der certo,, ele irá se divorciar, desquitar, separar? Pode casar novamente? E a sua ex-esposa? Como fica a partilha de bens? Padre tem bens? E a guarda das crianças? Pensão?

2 - se o padre falecer, como ficará a situação de sua família? Onde irão morar?

3 - se os filhos do padre fizerem sexo fora do casamento, usarem drogas, praticarem aborto, mudarem de religião?

4 - se houver problemas de esterilidade no casal irão procurar outras formas de fecundação? Usarão preservativos?

5 - se houver traição da esposa ou do marido, qual será o sentimento do padre?

6 - se houver dificuldade financeira na família, como o padre irá se comportar?

7 - se a vida do padre for igual a de um leigo, então a função sacerdotal torna-se uma profissão como qualquer outra?

8 - quantos dogmas terão que ser quebrados para que o padre tenha uma vida igual a dos leigos? Ou ele será uma pessoa em condição especial?

9 - todos os votos do padre serão respeitados pela sua esposa, filhos, parentes e amigos?

10 - qual será a diferença entre um leigo casado com profundos conhecimentos religiosos e um padre casado? São dúvidas corriqueiras sem nenhum propósito de julgamento. O motivo principal da minha fé atual é que ao ler a Bíblia, identifiquei os religiosos e a Igreja Católica Apostólica Romana como os únicos seguidores de Cristo na terra, tornando-os o meu leme aqui na terra. No passado recente eu também criticava a Igreja pela sua posição perante assuntos como: celibato, aborto, fecundação, castidade. Ao ler a Bíblia pela primeira vez (ainda não terminei o A.T) abandonei instantaneamente todos os meus preconceitos e dúvidas sobre o catolicismo. Aceitar todas essas mudanças implicaria em mudar a Bíblia como muitos o fazem ( basta ver a proliferação em ritmo ascendente das  novas seitas que interpretam a Bíblia segundo os interesses de alguns ) e ainda correríamos o risco de um novo Cisma na Igreja. Imagine só, padres e freiras casando! Juro que não quero estar viva para ver isso...E se tiver acho que largaria o habito!

Crie um site gratuito com o Yola.